PRATICAR MERGULHO: QUALQUER PESSOA PODE!

PRATICAR MERGULHO: QUALQUER PESSOA PODE!

Praticar mergulho abre os olhos de uma pessoa para um mundo totalmente diferente. O fundo do mar é um universo inexplorado e fazer uma viagem por ele é sempre inesquecível. E o melhor de tudo? Fatos provam que praticamente qualquer pessoa pode praticar o mergulho.

Nesse texto falaremos sobre 4 aspectos que comprovam o quanto a atividade é democrática. Ela não é limitada a gêneros e nem idade, sendo que são poucas as contraindicações.

Escolas referenciadas oferecem equipamentos de alta segurança
A primeira questão que a pessoa interessada pelo mergulho deve se atentar é em relação aos profissionais contatados. Serviços credenciados oferecem equipamentos de altíssimo nível que protegem a integridade física dos praticantes.

As escolas de mergulho oferecem máscaras, coletes, nadadeiras, cilindros de ar comprimido, snorkel e tudo mais de alta qualidade para a prática. Por isso, sempre conte com uma escola e instrutores devidamente homologado pelas credenciadoras, como por exemplo a PADI.

O mergulho pode ser feito por crianças até idosos

O mergulho é uma atividade que pode ser praticada por crianças de 5 anos até idosos. Isso é possível porque ele pode ser feito de duas maneiras diferentes, o que possibilita essa adequação da idade.

A maneira mais simples de mergulhar é com o snorkel. Esse método, chamado de snorkeling, é realizado com o auxílio de máscara com um tubo para respiração. O snorkeling é feito em águas rasas e por isso praticamente qualquer pessoa pode realizar, incluindo crianças.

No caso do mergulho autônomo, que é um pouco mais completo, as indicações são para pessoas a partir dos 10 anos. A prática é feita com uma gama maior de equipamentos, como cilindros de ar comprimido e roupas especiais.

Nesse modelo a pessoa consegue submergir em maiores profundidades por um longo período de tempo. Nesse método o praticante realmente se descola do mundo terreno, já que consegue visualizar toda a beleza do mundo submarino.

O mergulho não é restrito para pessoas que sabem nadar

Outro argumento que reforça a ideia de que o mergulho é bastante democrático é a questão da habilidade de natação. Os especialistas lembram que para aproveitar 100% do mergulho autônomo (com cilindro de ar comprimido), por exemplo, saber nadar pode fazer toda a diferença. Mas se você não sabe não tem problema. Além de passar por aulas antes de entrar no mar, dentre os equipamentos fornecidos estão coletes de equilíbrio que também sustentam os praticantes quando estão na superfície. Para mergulhos em snorkeling saber nadar é mais importante, pois o mergulhador se mantém e se desloca durante muito tempo na superfície.

Poucas são as contraindicações para praticar mergulho

Atualmente a atividade de mergulho já está tão popularizada que serviços diferenciados são oferecidos. Escolas de mergulho já oferecem, por exemplo, o mergulho adaptado, que é indicado para deficientes físicos, visuais e auditivos.

As únicas contraindicações para mergulhar estão relacionadas a fatores de saúde. Pessoas com problemas respiratórios mais sérios não podem participar. Além disso, mulheres grávidas e pessoas com problemas cardíacos também são recomendadas a não praticar.

* este artigo foi publicado originalmente no Blog da Scubiblue.

Curtiu o texto? Então compartilhe com um amigo para mostrar o quanto essa atividade é democrática!

Clique aqui e veja nossa agenda de cursos.

Add Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Telefone: 11 5686-4240
Rua Beltis, 35